[Guia] Custo de vida no Canadá em 2018 para intercambistas

Tempo de leitura: 12 minutos

Qual é o custo de vida no Canadá? Se você está se fazendo essa pergunta é porque provavelmente está num universo de certezas e dúvidas:

Certeza: Seja para fazer um curso de idiomas ou entrar em um College, sim, o Canadá é um país de seu interesse para fazer intercâmbio.

Dúvidas:

  • “Para qual cidade devo ir?”
  • “Quais serão os meus custos durante o intercâmbio no Canadá?”
  • “Será que a grana que tenho vai dar conta nesse período lá fora?”

Pensando nesse momento de incertezas, a Information Planet preparou um guia com a relação dos principais custos de vida no Canadá que vai ajudar você a ter uma média de orçamento para os seus gastos no país.

Pegou a calculadora? Então vem com a gente.

*Cotação utilizada do dia 26/04/18: R$1 = CAD$2,99

Custo de vida no Canadá: diferença entre as cidades

custo de vida canada diferenca cidades

No geral, a vida no Canadá (moradia, alimentação mensalidade em escolas/colleges) é em média mais custosa em Toronto e Vancouver em comparação a outras cidades como Quebec City, Montreal, Ottawa e Winnipeg.

Mas afinal, quanto custa morar no Canadá?

Para que você consiga manter uma vida tranquila, a média que será gasta com acomodação, contas básicas e alimentação é CAD$ 1.200 nas principais – e mais cobiçadas – cidades como Toronto e Vancouver.

OBS: Em cidades como Quebec e Montreal, esse custo pode diminuir cerca de 20% dependendo do seu estilo de vida.

Se o seu intercâmbio para o Canadá for de menos tempo e objetivo seja mesmo aproveitar intensamente todas as atrações das cidades, é bem provável que você irá gastar mais.

Nesse caso, o valor salta para em média CAD$ 1.600 mensais. Aí é colocar na balança o quanto você economizou e está disposto a gastar por lá.

 

custo de vida canada toronto vancouver

Acomodação: homestay x dividir/alugar apartamento

Os gastos com acomodação serão totalmente influenciados pelo tempo de estadia. Caso a sua intenção seja um intercâmbio de curta duração – entre um e dois meses -, a opção homestay (casa de família) é uma boa opção, já que você tem acesso a duas alimentações (café da manhã e janta) e só terá que gastar com o almoço.

A média para ficar em uma casa de família hoje em Toronto gira em torno de CAD$ 235  por semana. Isso equivale a cerca de R$ 2,800 mil por mês.

É importante entender que ao optar pela modalidade homestay você ficará hospedado relativamente longe de downtown (centro da cidade).

Isso significa que, ao morar em Vancouver ou Toronto, para chegar à escola você pode levar em torno 40 minutos.

A boa notícia é que você terá toda a infraestrutura de um país de primeiro mundo a sua disposição.

O transporte público no Canadá foi considerado em 2017 o melhor da América do Norte, conforme  American Public Transportation Association (APTA).

A segunda modalidade de acomodação – e essa é a mais econômica para o caso você faça um intercâmbio de maior duração – é a divisão de aluguel ou de quarto.

Mente aberta para morar no Canadá

Exceto se você tiver juntado um bom dinheiro, alugar um apartamento e morar sozinho em Vancouver e Toronto é praticamente uma alternativa utópica para estudantes.

Diferente da realidade do Brasil, lá é bastante comum que as pessoas – mesmo os moradores locais – coloquem quartos disponíveis em suas casas e apartamentos para alugar.

Por isso é muito importante se despedir do Brasil com uma mente aberta para dividir residência, aprender a conviver e fazer amizades com pessoas de culturas diferentes.

Conselho da IP

Se você for estudar mais de três meses, mas quer ter uma adaptação mais tranquila no início, a dica da IP é contratar – ainda aqui no Brasil  – um mês de homestay para posteriormente se mudar.

Na prática, não é difícil encontrar um quarto, basta ficar ligado nos grupos de Facebook  (Bunz Home Zone é um exemplo) ou mesmo em sites como Toronto Craiglist.

É importante salientar que contatos também podem aparecer na escola em que você estuda. Compartilhe com seus colegas que você está procurando um lugar para morar e não esqueça:

“Quanto mais longe do centro, mais barato será o aluguel.”

Entenda a diferença:

Considerando o custo de vida em Toronto e Vancouver, as zonas mais afastadas do “fervo” exigem que você pague cerca de CAD$650 mensais para alugar um quarto. No Centro esse valor pode ultrapassar CAD$ 1 mil.

Já em Montreal, o valor é mais em conta. Por lá um apê só para você pode sair até CAD$ 900. Vale lembrar que esse montante geralmente já inclui outras despesas como gás, luz e água. 

No caso de um quarto alugado, sem incluir as refeições o valor da acomodação fica a partir dos CAD$500/mês.

Vamos comparar?

acomocação canadá

Alimentação

Agora o papo é sério, pois envolve comida. 😄

Como você já deve ter notado ao longo desse material, ter uma noção mínima na cozinha pode ajudar você a economizar (e muito) no Canadá.

Nós reforçamos isso porque comer fora no Canadá com frequência pode ser realmente EXPENSIVE (e pesar muito no final do mês)!

Nossa dica é que você prepare um almoço em casa e leve a refeição para a escola (a maioria das instituições fornece estrutura com cozinha e microondas, justamente porque conhece a realidade dos estudantes).

Aliás, se você deixar para comer fora, já fique sabendo que em terras canadenses não existe aquela palavrinha mágica chamada restaurante por quilo.

Além de não comer tanto assim, você gasta, em média CAD$ 15 por refeição (cerca de R$44). Imagina isso multiplicado pelos sete dias da semana?

Compare: cozinhar/comer em casa X comer fora

Caso você opte em fazer compras no supermercado e cozinhar em casa, seu gasto mensal com alimentação deve ficar em torno de CAD$ 240 mensais nas grandes cidades.

Nesse montante, ainda adicionamos uma refeição fora por semana, e ainda mercadorias que irão suprir a janta e o café da manhã.

Comendo em restaurantes diariamente, o seu gasto será no mínimo CAD$ 400 por mês.

custo com alimentação canada

Conclusão de sobrevivência:

Se o intercambista se puxar na cozinha, a economia pode alcançar quase 50%! É aquela graninha que você pode utilizar para conhecer cidades próximas e mais lugares incríveis.

Transporte público

transporte canada

Prepare-se para morar num país onde transporte público é exemplo a nível mundial.

Ainda que você more em áreas mais distantes do centro em cidades como Toronto e Vancouver, o metrô, o ônibus ou o street car (bonde elétrico) te deixarão bem próximo dos principais pontos da cidade.

Tanto para quem mora longe do centro, como para necessita utilizar o transporte várias vezes dentro da cidade, a nossa dica é adquirir o cartão mensal.

Transporte em Toronto

Em Toronto, o chamado metropass te dá direito a fazer ilimitadas viagens em qualquer área da cidade no período de 30 dias e custa CAD$ 116,75 (para todos os estudantes).

Transporte em Vancouver

Vancouver apresenta um sistema por zonas. Por lá, o valor do Monthly Pass (passe mensal) varia conforme as áreas circuladas.

Para adultos, os custos variam de CAD$ 91 CAD$ até CAD$ 170. Já para estudantes (entre 13 e 19 anos), o valor é de CAD$ 53 para todas as zonas.

Transporte em Montreal

Lá o passe mensal é de CAD$ 83. Vale lembrar que no caso de você residir próximo à escola e achar desnecessário a compra do passe mensal, também é possível comprar os bilhetes unitários.

A média de preço do bilhete unitário varia consideravelmente em todo o país. Entre CAD$ 1,75 e CAD$ 7,50 (para usar o dia todo).

Conselho de amigo: não dê uma de esperto

Tenha sempre em em mãos uma prova de que você pagou a passagem, pois há agentes que inspecionam aleatoriamente dentro dos ônibus, streetcar e metrô.

Não dê uma de esperto e entre no metrô sem pagar. Quem não apresentar o comprovante está sujeito a multa de até CAD$ 425, o equivalente a R$ 1,2 mil. Depois não adianta chorar.

Telefonia + internet

preços canada

Ainda que o Canadá disponibilize wi-fi em praticamente todos os lugares que você estiver (escola de idiomas, cafés, bares e até terminais de ônibus e metrô), é fundamental contar com um pacote de dados para  se comunicar da rua ou fazer aquele Insta stories sem se preocupar com conexão.

Em casos de emergência, também frisamos a importância de ter um saldo extra para efetuar ligações. Empresas como ATT, T-Mobile, Roger e Phonebox apresentam planos pré-pagos com valores bem acessíveis.

A Phonebox, por exemplo, além de uma cota de ligações, o pacote de CAD$ 50 dá direito a 2gb (dois gigas) de internet.

E o entretenimento?

Esse é um tipo de gasto muito subjetivo, pois depende do perfil e gosto de cada intercambista. O que podemos adiantar é que para visitar qualquer ponto turístico pago, como museus e a CN Tower (Toronto), você deve reservar, pelo menos, CAD$ 30.

Dica de especialista: Uma excelente maneira de economizar e ainda conhecer muito bem a cidade de Toronto é adquirindo o Toronto CityPASS.

Por U$ 71,77 você visita os principais pontos turísticos da cidade como CN Tower, Casa Loma, Royal Ontario Musem, Ripley’s Aquarium of Canada e Toronto Zoo (ou Ontario Science Centre).

Separadamente, você pagaria U$ 117,19, uma economia de 39%.

Um belo passeio sem pesar tanto no bolso, não é mesmo?

Já uma parada para tomar aquela cervejinha e comer o típico poutine, por exemplo, exige, em média, CAD$ 80 por fim de semana. Nessa conta já está inclusa a gorjeta para o garçom – vá se acostumando, pois lá é uma prática comum -, mais o imposto cobrado de forma separada.

Há também outros programas um pouco mais caros. Se você for amante de esportes, é imprescindível comparecer a um emocionante jogo do Toronto Raptors. Aí só o ingresso salta para em torno de  CAD$ 100 (Mas vale a pena!)

OBS: nem todo fim de semana você é obrigado a gastar esse valor. Os parques em Toronto e Vancouver, por exemplo, são uma ótima pedida para curtir o fim de semana de uma maneira “0800”.

Outra dica, se você pretende aproveitar o tempo no Canadá para conhecer outras cidades, é ficar atento às promoções de passagens de ônibus, Fica esperto no site da Greyhound (uma das maiores companhias de ônibus do país). Lá, você terá acesso a ótimas promoções para desbravar outros lugares.

Atenção para as Taxas de Compra

Exemplo:

Você entra em uma loja de roupas.

Acha um casaco muito bonito e vê que o preço na etiqueta está “ok” para o seu orçamento.

Na hora de pagar, você é surpreendido com outro valor.

Isso acontece porque o Canadá também cobra impostos em cima do valor da maioria dos produtos e serviços.

Diferente do Brasil, onde  o imposto já está incluso na mercadoria, no Canadá eles taxam você no caixa.

Ou seja, o preço da etiqueta quase nunca será o mesmo que você irá pagar realmente. Mas calma, há uma lei de isenção de taxas. Mercadorias adquiridas em supermercados, por exemplo, estão livres dessas cifras a mais.

Inicialmente parece estranho você não ter o valor real na etiqueta, mas pense pelo lado bom:

Pelo menos lá, você tem discriminado quanto de imposto você paga por cada produto.

OBS: Os impostos cobrados variam entre as províncias do Canadá.

Comparação: custo de vida no Canadá

Confira uma comparação do custo de vida de cidades canadenses com cidades famosas pelo mundo:

Toronto é 29% mais barata que Londres

Vancover é 29% mais barata que Nova Iorque.

Toronto e Vancouver possuem um custo de vida muito semelhante.

O custo de vida em Montreal é 20% menor que Toronto/Vancouver

Viverem Quebec City pode ser 23% mais barato do que morar Toronto/Vancouver

Victoria é 12% mais barata que Toronto/Vancouver

Fonte: Expatistan

Curso e universidade no Canadá: quanto custa?

faculdade e cursos no canada

Colocou na ponta do lápis os principais gastos? Então é hora de começar a escolher qual curso/universidade se enquadra no seu perfil e nos objetivos que já traçou com a viagem.

Nesse ponto, a Information Planet pode ajudar você. Teremos o maior prazer em te ajudar a escolher a instituição que mais combina com o seu perfil (e bolso).

Agende uma conversa com um de nossos especialistas em Canadá e tenha um orçamento de diferentes tipos de cursos para estudar no país.

Dica da IP

Independente da cidade, ao considerar o custo de vida (que para brasileiros pode ser elevado), não deixe de levantar um ponto muito importante: a qualidade de vida no Canadá.

Você estará, provavelmente, com um custo de vida maior que o seu atual no Brasil.

Em contrapartida, estará vivendo em um país de primeiro mundo, com infraestrutura, segurança e qualidade de ensino de referência mundial.

E o mais importante: realizando um investimento em você. No seu desenvolvimento pessoal e profissional. Essa experiência irá marcar você para sempre!

Veja também 12 coisas que você precisa saber antes de fazer intercâmbio para o Canadá.

Esse material foi útil para você? Qual outro tipo de informação você gostaria de saber sobre o custo de vida no Canadá?

Deixe sua opinião e sugestões nos comentários! 🙂

Caso queira tirar qualquer dúvida, fique à vontade para falar com um de nossos especialistas em Canadá.

custo de vida canada material

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *