Estudar inglês e trabalhar na ilha de Malta: tudo o que você precisa saber

Tempo de leitura: 8 minutos

Que tal estudar inglês na ilha de Malta e ainda fazer uma renda para custear os gastos durante o intercâmbio? Em Malta, o sedutor país das praias paradisíacas e do charme histórico, é possível unir esses dois desejos desde que você respeite as normas exigidas pelo governo.

Mas, afinal, é difícil estudar inglês e trabalhar em Malta?

Não. Se você contar com um acompanhamento de especialistas no assunto, fica fácil tornar esse sonho uma realidade (nossas orientações abaixo também vão te ajudar).

Se você nunca ouviu falar, vale citar que, além de ser um lugar paradisíaco, a qualidade de ensino e de vida lá são tão superiores ou iguais a outros destinos popularmente procurados por intercambistas.

Outro ponto, é que dos países europeus, Malta é um dos mais baratos para viver e estudar. Com a oportunidade de trabalho e ganho em euros,  se torna uma opção irresistível aos olhos de um intercambista!

Veja aqui 8 motivos para fazer seu intercâmbio em Malta!

Preparado para saber o como um estudante pode trabalhar em Malta durante o intercâmbio?

Vem que a Information Planet vai explicar tudo:

Como estudar inglês e trabalhar na ilha de Malta?

intercâmbio malta

Antes de explicarmos o passo a passo para estudar, trabalhar e sentir a atmosfera incrível de Malta, é importante que você se programe para ficar, pelo menos, quatro meses fora.

Adiantamos isso de largada, pois o governo maltês só garante a licença de trabalho após permanência de 90 dias no país.  Ou seja, até o fim do terceiro mês, você NÃO pode trabalhar.

A orientação, portanto, é que você saia do Brasil com matrícula garantida para o período de, no mínimo,  12 semanas.

Quando tudo estiver nos conformes, você poderá trabalhar até 20 horas por semana! Dá para estudar em um turno, trabalhar no outro e, no terceiro, usar seu tempo livre e aproveitar a magia do país.

Ah, só não esquece que o tempo máximo que estudantes brasileiros podem permanecer em Malta é de um ano. Esse período começa a contar a partir do desembarque do estudante na ilha e não a partir do dia em que começa a trabalhar.

OBS: Se você tem certeza que pretende ficar mais de um ano, será preciso aplicar para a permissão de residência e encontrar um emprego através desse status com a ajuda de um agente de Imigração.

3 passos para estudar inglês e trabalhar em Malta

estudar inglês e trabalhar em malta

Passo 1: encaminhar matrícula

Independente se a sua intenção for trabalhar em Malta ou não, você deve entrar no país com status de Turista. Para isso, precisa carregar junto algum documento que comprove que foram contratadas, pelo menos, 12 semanas de curso.

Esse pacote deve ser feito com a sua agência de intercâmbio de confiança, que ficará responsável por explicar todos os procedimentos para não haver confusão. O visto de turista é emitido assim que você chega no país.

Passo 2: providenciar o visto de estudante

Chegou em Malta? Alegria! Aproveite cada cantinho dessa ilha mágica, mas não esqueça de providenciar a documentação para modificar o seu visto, processo que pode ser feito no destino mesmo.

Para trabalhar, você precisará estender a duração do seu curso com a escola. A nossa dica é que você faça isso depois que chegar em Malta, pois caso saia do Brasil com um pacote de mais de 90 dias (12 semanas) contratado sem o visto de estudante, pode ter a entrada negada no país.

Melhor não arriscar, certo?

Depois de estender o tempo do curso, você vai trocar trocar o status de TURISTA para ESTUDANTE.

Ah, vale lembrar que para trabalhar é obrigatório que você estude 15 horas por semana. Portanto, nem adianta sair do Brasil com a ideia de cursar os três meses iniciais e trabalhar os outros nove sem vínculo com alguma instituição. Isso não é permitido.

Para aplicação do visto de estudante, os documentos são:

– Suporte financeiro (comprovação de renda) de €50 por dia no país;

– Seguro médico (cobertura mínima de €30 mil);

– Comprovação de acomodação;

– Vacina febre amarela (faça isso antes de sair do Brasil);

*Outros documentos podem ser solicitados. Se informe com a sua agência de intercâmbio.

Organizou tudo certinho? Então aguarde a aprovação do visto e vamos para o próximo passo

Passo 3: conseguir a licença de trabalho

Falta pouco para você começar a trabalhar em Malta! Com o visto de estudante aprovado, a próxima tarefa é encontrar um emprego. O governo maltês orienta que essa busca seja feita nesse site específico, mas sempre vale trocar uma ideia com a escola. Professores e colegas que já estão trabalhando  podem ter dicas para facilitar a procura.

Encontrou a vaga? Maravilha! Só não esqueça que  a licença de trabalho deve ser solicitada no site do governo do país, junto com o empregador.

Nesse cadastro devem ser informados o nome da empresa e título do cargo. Depois, é preciso pagar uma taxa de aplicação que custa cerca de €230.  

Importante ressaltar aqui que como toda aplicação, a aprovação da licença de trabalho não é garantida. Mas se você tiver feito tudo certinho, sem margem para erros, dificilmente ela será negada (nossos especialistas podem orientá-lo).

Assim que a licença for aprovada, você já pode trabalhar oficialmente com o povo local. A boa notícia é que os malteses são conhecidos por  apresentar o selo friendly atmosphere. Ou seja: 100% de chances de você ser bem recebido! E isso faz toda a diferença quando o assunto é intercâmbio.

E o salário?

O salário mínimo em Malta  é de €4,25 a hora, podendo chegar a €5.  Vagas em bares, restaurantes, hotéis e cafés têm sido as opções mais procuradas e com as melhores ofertas! 🙂.

Perguntas frequentes sobre intercâmbio em Malta

Posso trabalhar assim que eu chegar em Malta?

Não, você não pode trabalhar nos primeiros 90 dias. Utilize esse período para encaminhar os processos para trocar o status de visto e, posteriormente, a licença trabalho.

Posso aplicar para uma licença de trabalho por conta própria?

Não, você precisa encontrar um trabalho primeiro. Depois, o seu empregador vai aplicar para a sua licença de trabalho junto com você.

Posso começar a procurar um emprego antes de receber um visto de estudante?

Sim, você pode começar a procurar um emprego a qualquer momento, inclusive antes de ir para Malta.

Como as pessoas encontram um trabalho em Malta?

Existem diversos sites de busca de emprego e você também pode enviar o seu currículo diretamente para a empresa. O governo de Malta sugere esse site para busca.

Quanto custa aplicar para a licença de trabalho?

Em torno de €230.

Qual o salário mínimo em Malta?

Pela lei, o salário mínimo é €4.25por hora. Se o estudante trabalhar como garçom em um restaurante ou café, o valor pode chegar a até  5 euros por hora.

Posso parar de estudar depois dos 90 dias e usar a minha licença de trabalho para somente trabalhar?

Não, você tem que estar estudando para poder trabalhar.

Posso trabalhar mais do que 20 horas semanais?

Não. Se você fizer isso, você vai estar descumprindo a lei e correndo o risco da sua licença de trabalho ser revogada.

Posso estender minha estadia em Malta através do estudo + trabalho?

Sim, se o seu empregador aceitar, a sua licença de trabalho pode ser estendida desde que você ainda pretenda continuar estudando e tenha um visto de estudante válido.

Conclusão

Morar em Malta com opção de estudo e trabalho é uma experiência que vai agregar (e muito) para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Quando essa vivência acontece em um país singular, charmoso e cheio de vida, como esse, a jornada fica melhor ainda.

É porque o território apresenta as vantagens de um lugar pequeno (como segurança, mobilidade e organização) com características de grandes centros (museus, teatros, restaurantes e baladas para todos os gostos).

Sem contar o clima tropical e as praias paradisíacas que você vai encontrar por lá!

Malta é um lugar fascinante e vai ficar ainda mais com a sua presença.

Clique aqui para começar a planejar agora o seu intercâmbio de estudo e trabalho em Malta!

Nossos especialistas vão ajudá-lo a fazer um planejamento completo e passar opções de orçamento que cabem no seu bolso!

Ficou com dúvidas? Deixe um comentário abaixo! 🙂

planejamento de intercambio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *