Visto para o Canadá: tipos e exigências

Tempo de leitura: 9 minutos

Você está interessado em fazer um intercâmbio para o Canadá? Saiba que tanto para brasileiros que pretendem estudar lá, quanto para aqueles que só querem turistar, é imprescindível se aplicar ao visto canadense.

Então, se você ainda tinha alguma dúvida sobre isso, que já fique claro: brasileiro precisa de visto para entrar no Canadá.

Já decidiu a cidade do seu intercâmbio? Leia nosso artigo com as 7 melhores cidades para fazer intercâmbio no Canadá.

E quando você chega nessa etapa de aplicação, é comum que se tenha muitas dúvidas na cabeça, como:

  • “Qual tipo de visto devo me aplicar?”
  • “Como conseguir visto para o Canada?”
  • “Tenho chances de ter o visto aprovado com o meu perfil?”
  • “Quais os documentos necessários para aplicação?”

Calma! Vamos te ajudar.

Abaixo separamos um conteúdo completo sobre o visto do Canadá. Você vai ter uma noção clara sobre:

  • Tipos e preços do visto canadense
  • Exigências do visto
  • Documentos necessários para aplicar

Pronto para ficar expert no assunto? Vamos lá!

Tipos de visto para o Canadá

O tipo de visto que você irá precisar para o seu intercâmbio no Canadá irá depender muito do tempo de estadia e do propósito da viagem. Vamos às opções:

Visto de turismo

visto canada turista

Para quem é indicado: para quem vai ao país para turistar ou fazer intercâmbio de estudo com duração de até 6 meses.

O visto canadense voltado para o turismo não deve ter o nome levado ao pé da letra.

Apesar de ser ideal para quem vai para o país com foco em turistar, esse visto também é indicado para todos aqueles que buscam estudar no Canadá por um período de até 6 meses.

O período ideal para aplicação do visto é de pelo menos 30 dias úteis antes do dia que você planeja embarcar.

Relação EUA x Canadá

Importante! Se você já teve o visto de turista americano, boa notícia:

Você fica isento de comprovar a capacidade financeira (explicamos mais a frente) para o visto de turismo canadense.

Visto de estudante

visto estudante canada

Para quem é indicado: para quem vai fazer intercâmbio de estudo com duração de mais de 6 meses.

Se você pretende estudar por mais de 6 meses no Canadá será necessário se aplicar para um visto de estudante, já que o tempo de permanência irá exceder as condições do visto de turista.

Permissão de trabalho no Canadá

Posso trabalhar no Canadá com visto de estudante? Diferente de países como a Austrália, o Canadá só concede a permissão de trabalho para aqueles que estão inscritos em cursos técnicos ou profissionalizantes que servem como uma graduação por lá, conhecidos como “college”.

Caso você esteja indo para o Canadá para realizar um curso desse tipo, terá também a permissão para trabalhar até 20 horas semanais.

Quando se aplicar para o visto de estudante canadense?

Todo o processo de visto pode durar até 3 meses. Por isso, o consulado recomenda que você faça a aplicação entre 4 a 5 meses antes do início do curso.

ETA: permissão fácil para brasileiros

canada eta visto

Para quem é indicado: para quem já foi para o Canadá nos últimos dez anos ou tem visto americano de turista em dia.

Desde o dia 1º de maio de 2017, o governo canadense disponibilizou o ETA (Electronic Travel Authorization, ou Autorização Eletrônica de viagem).

Esse tipo de visto é, na verdade, um facilitador para aqueles que já ingressaram no Canadá nos últimos 10 anos ou possuem um visto americano de turista válido.

Ao invés de realizar toda a burocracia do processo de visto novamente, basta solicitar uma autorização online que custa apenas CA$ 7 (dólares canadenses) e costuma sair rapidamente, às vezes em poucos minutos.

Somente em caso de solicitação de documentos adicionais, a autorização pode ser concedida em no máximo 48 horas.

O ETA é válido por até 5 anos (ou até o vencimento do passaporte) e permite que você entre no país nas mesmas condições do visto de turista, porém exclusivamente por via aérea (o de turista permite a entrada por terra).

Exigências do visto canadense

O que é avaliado pelo consulado para aprovação ou não do seu visto canadense?

Assim como o visto australiano, por exemplo, o Canadá busca se certificar no processo de visto que você seja um estudante com perfil genuíno.

Ou seja, que está indo para o Canadá com o intuito real de estudar. Além disso, avaliam se você ou parente próximo possuem condições financeiras para a sua manutenção no país e que tenha motivos, laços suficientes para voltar para o Brasil.

Em resumo, podemos dividir essa avaliação na comprovação de 4 vínculos: acadêmico, empregatício, financeiro e familiar.

Vamos entender um pouco de cada um desses fatores que você precisa comprovar?

Vínculo acadêmico

Na maioria dos casos, será preciso comprovar com documentos que você já é formado ou está cursando uma faculdade ou colégio no Brasil.

Ou seja, nesse ponto, o Canadá precisa se certificar que você tenha um vínculo com alguma instituição de ensino.

Caso você já tenha se formado há algum tempo, é importante comprovar vínculo empregatício na área (próximo item) ou até a realização de outros cursos.

OBS: Em caso de faculdade trancada, é importante que essa parada não seja maior que 1 ano.

Vínculo empregatício

Esse é outro ponto que fortalece as chances de você ter o visto canadense aprovado.

Será preciso apresentar documentos que comprovem o seu histórico de trabalho, como por exemplo, carteira de trabalho, notas fiscais, contratos de prestação de serviço, etc.

Vínculo financeiro

No caso do visto canadense, a comprovação financeira é um dos fatores mais avaliados na hora de aprovar ou não a sua entrada no país.

Para o consulado, é preciso se certificar de que você terá totais condições de se manter no país.

Nesse processo serão avaliados documentos como extratos bancários, declarações de imposto de renda* e propriedades suas e de familiares para se certificar dos vínculos que você possui com o país.

Caso você não tenha condições de comprovar a renda necessária para se manter no país, será preciso que um familiar próximo a comprove.

*É muito importante nessa comprovação que você esteja em dia com as declarações de imposto de renda.

Quem não declara renda no Brasil tem suas chances significamente reduzidas de conseguir o visto.

Quanto é preciso comprovar ($$$)?

O exigido pelo consulado é a comprovação de C$1.200 por mês de estadia (cerca de R$3.000).

Vínculo familiar

Outro ponto avaliado na solicitação do visto canadense é o vínculo familiar.

Já no momento da aplicação é necessário que você informe dados de seus pais, cônjuge e irmãos para que o consulado faça uma análise de seus perfis.

Inclusive, se caso algum familiar já teve visto negado para o Canadá, eles irão saber.

Meu visto canadense foi negado! E agora?

visto negado canada

Caso seu visto seja negado, o consulado do Canadá irá informar os motivos da negativa de forma bem genérica, através de um documento.

A partir disso, há a possibilidade de entrar em contato com assessores de migração (residentes no Canadá), que oferecem um serviço para investigar mais a fundo os motivos do seu visto negado.

A Information Planet possui contato com esse profissional especialista em negativa de vistos canadenses e indicar a você, caso seja necessário.

É possível reaplicar?

Sim, mediante pagamento de novas taxas consulares e de despachante! Você só não poderá reaplicar caso tenha falsificado/modificado algum documento.

Quanto custa o visto canadense?

quanto custa visto canada

Os preços diferem de acordo com o tipo de visto que você necessitar. Segue abaixo os valores:

Visto de turista: CA$ 100,00 + CA$34,91 (Taxa VAC)

Visto de estudante: CA$ 150,00 + CA$34,91 (Taxa VAC)

ETA: CA$ 7

O que é o VAC?

Os VACs (Visa Application Centres) são centros de solicitação de visto para o Canadá. Obrigatoriamente eles agem como órgãos intermediários entre você e a embaixada canadense. Atualmente, estão situados no Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo.

Documentos necessários para aplicar

  • Preenchimento de formulário de permissão de estudos;
  • Preenchimento de formulário de informações adicionais;
  • Preenchimento de Formulário com informações familiares;
  • Preenchimento de Formulário 5476;
  • Formulário de consentimento do VAC (órgão terceirizado que presta serviços ao Canadá);
  • Carta de aceitação em escola canadense;
  • 2 fotos 3×5;
  • Passaporte com validade mínima de 6 meses;
  • Passaportes vencidos (caso haja visto);
  • Imposto de Renda do estudante ou declaração de isento;
  • Holerites, contra-cheques, pró-labore ou Decore, dos 3 últimos meses;
  • Se estiver trabalhando: Carta da empresa pela qual trabalha com datas de início e função dentro da empresa e o valor da renda mensal (cópia autenticada);
  • Se tiver estudando: Comprovante de matrícula ou trancamento do curso;
  • Comprovante de pagamento do despachante.

Documentos exigidos caso tenha suporte financeiro

  • Carta do suporte financeiro, original. Se o suporte financeiro tiver conta conjunta, as 2 pessoas precisam fazer;
  • Imposto de renda completo;
  • Holerites, contra cheques, pró labores ou DECORE, dos 3 últimos meses;
  • Extrato bancário de aplicações ou de conta poupança;
  • Contrato social da empresa, se for o caso.

Conclusão

O processo de visto canadense exige mais atenção para pontos como a comprovação de vínculo financeiro, seja por você mesmo ou por suporte familiar.

Como comentamos acima, estar em dia com as declarações de imposto de renda é fator determinante na aprovação ou negativa do seu visto.

Achou complicado demais? Converse com um de nossos especialistas em intercâmbio para o Canadá e deixe que a Information Planet cuide dessa burocracia para você!

Temos despachante exclusivo e contamos com a menor taxa de vistos negados do mercado.

Ficou com alguma dúvida? Fique à vontade para deixar nos comentários para que a gente possa ajudá-lo.

visto para o canada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *