Se você chegou neste texto é porque não precisamos mais discutir os motivos de fazer um intercâmbio, certo? O desejo de estudar fora e mergulhar em uma nova cultura já faz parte dos seus planos, mas é nessa etapa que vem a grande questão:

Como planejar um intercâmbio?

Ainda que essa organização se mostre complicada no início, não há motivos para desespero. A Information Planet dá aquela força e facilita a execução de uma viagem segura, sem riscos de fraude, e, claro, que tenha tudo a ver com o seu perfil.

Preparamos o planejamento completo do  seu intercâmbio a partir dos 11 seguintes passos:

Dica: o que diferencia as pessoas que têm vontade das que fazem um intercâmbio é o planejamento

Então prepare-se para ficar craque em planejamento de intercâmbio.

1) Defina um objetivo

Antes de começar, responda a seguinte pergunta:

Por que você quer viajar?

É para aprender outro idioma, buscar qualificação profissional ou aliar estudo e trabalho em um país diferente do seu?

São muitos os motivos que levam jovens a adultos a buscar uma experiência internacional, mas ter essa questão bem alinhada tornará as decisões das próximas etapas mais assertivas.

2) Faça um planejamento financeiro

Os gastos numa viagem variam muito dependendo do destino escolhido e do grau de consumismo de cada pessoa. Mas a dica é que você pesquise os custos de vida dos possíveis destinos que poderá vir a escolher.

Abaixo indicamos uma média dos principais gastos em dois dos países preferidos dos intercambistas:

Custo de vida no Canadá: CAD$ 1200

Custo de vida na Austrália: AU$ 960

Crie também uma poupança (se preferir opte pelo método poupança forçada, em que o banco automaticamente transfere uma fatia do seu salário para a conta poupança).

Tenha foco e não esqueça que a economia que você fazer aqui – evite comprar coisas desnecessárias e supérfluas –  renderá frutos lá na frente: a viagem!

3) Escolha a agência

Com tantos casos de fraudes, não precisamos nem reforçar a importância de você escolher uma agência de intercâmbio confiável, não é mesmo?

O processo de planejamento envolve muitos detalhes (principalmente na questão de visto) e exige muita atenção. É por isso que a experiência e o histórico da agência fazem, sim, toda a diferença.

Observe esse aspecto, desconfie de preços que destoem do mercado e exija suas garantias.

Aproveite e confira aqui 5 dicas para não errar na escolha da sua agência de intercâmbio.

Os prejuízos sofridos caso você escolha uma agência aventureira vão muito além do financeiro. São sonhos e projetos de vida que podem ser interrompidos em razão de uma má gestão.

A Information Planet conta com  o suporte de especialistas que já fizeram um intercâmbio.  Ou seja, passaram pelo mesmo processo que você e terão conhecimento para solucionar todas as suas dúvidas. Não é à toa que temos na bagagem a experiência de 50 mil viagens.

4) Escolha o destino e a cidade

Para definir o país ideal para a sua viagem, é preciso entender você mesmo, suas preferências, estilo de vida e objetivos (lá no passo 1).

Por exemplo: se você quer fazer um intercâmbio para estudar e trabalhar, isso só será possível em países como a Austrália, Nova Zelândia, Irlanda e Malta.

Importante também refletir sobre questões como estilo de vida, cultura e gastronomia.

Ah, e sem falar do clima!

Aí está um fator que interfere (e muito) na rotina dos intercambistas lá fora. Quer calor e praia? Vá para a  Austrália!

Curte a pegada frio, neve e o visual do inverno? Canadá é mais indicado como destino.

Não deixe também de trocar ideia com amigos e conhecidos que já fizeram um intercâmbio. Muitas vezes uma conversa de meia hora pode ser extremamente esclarecedora para você definir o destino.

Depois de finalmente escolher o país, tem ainda a cidade!

Para te ajudar nesse passo, confira esses artigos:

7 melhores cidades para fazer intercâmbio no Canadá

10  melhores cidades para fazer intercâmbio na Austrália

5) Escolha o curso e a escola

Lembra quando pedimos para você definir o seu objetivo no passo 1? Mais uma vez ele será colocado em prática, já que existem muitas opções de cursos para intercambistas lá fora. Exemplo:

Inglês geral;

Inglês para negócios;

Inglês acadêmico;

Cursos de preparação para provas de proficiência (IELTS, TOEFL, TOEIC,etc);

Cursos de pós-graduação.

Depois disso, é hora de analisar o custo-benefício da escola.

Aqui você pode analisar as características das 24 melhores escolas da Austrália (com preços)

Selecionamos também as 10 melhores escolas do Canadá para você comparar

A opinião de um especialista nesse caso será muito importante, já que ele tem um grande conhecimento sobre as escolas e pode garantir um bom alinhamento às suas expectativas.

6) Hora de fazer a matrícula

Depois de alinhar muito bem as suas expectativas em relação à escola escolhida – isso é bem importante para não ser pego de surpresa depois  – é hora de preencher o formulário de matrícula!

Esse documento será enviado para a escola e nele você vai colocar, além de informações pessoais, os detalhes sobre tempo de estudo, turno, e por aí vai.

Nessa hora é altamente recomendável que você conte com o suporte de um especialista para que informações importantes não deixem de ser preenchidas.

O especialista também já vai esclarecer se você precisará pagar um percentual do curso nesta etapa ou só depois. Mas aí, depende de escola para escola.

E aí, preparado para fazer seu intercâmbio?

Após efetivar esse processo, a escola irá lhe enviar uma Carta de Comprovação de Matrícula. A partir deste momento, já será necessário organizar o pagamento da matrícula com a sua agência, que também irá levantar quais outros serviços devem ser encaminhados e contratados, conforme a sua necessidade.

(Ex: visto, acomodação, cash passport, seguro de saúde e, claro, passagem aérea).

FIQUE DE OLHO!

Para fins de segurança do prestador e do cliente, sempre após qualquer tipo de pagamento é obrigatório por parte da agência registrar o pagamento em contrato.

Exija esse documento e fique atento!

7) Entrega de documentos para visto

Assim que definido o país e o tempo de estadia lá fora, sua agência irá fornecer uma lista de documentos para a aplicação do visto. Não deixe para a última hora e agilize esse processo o quanto antes.

Visto geralmente é uma questão que traz ansiedade aos intercambistas de primeira viagem.

DICA: A antecedência é sempre o melhor caminho. =)

Aproveite o embalo e descubra quais são as exigências para obter visto no Canadá e na Austrália.

Nessa etapa também já é fundamental ter garantido a contratação do despachante e o pagamento de aplicação para o visto.

Só não vai achar que ele vai fazer tudo e cuidar do prazos, ok? Cabe a você a responsabilidade de passar todos os documentos exigidos à agência!

8) Contratação de serviços

No planejamento do seu intercâmbio é preciso incluir algumas etapas relacionadas à contratação de serviços.

É válido lembrar que não existe uma regra exata sobre qual serviço deve ser contratado primeiro, já que dependendo do destino escolhido a ordem de contratação pode variar.  (Olha aí a presença da agência mais uma vez para te ajudar nessa).

Confira os principais serviços:

  • Emissão de Carteira Internacional de Vacinação e vacina da febre amarela*

Não é brincadeira: passageiros ficam impedidos de embarcar porque não deram atenção devida a esse ponto.

Não deixe para ver as vacinas na última hora – até porque alguns tipos precisam de dez dias para fazer efeito. E lembre também que você poderá viajar para países vizinhos.

*A vacina da febre amarela é exigida apenas em alguns destinos de intercâmbio. Assim que definir o país, já cheque se será necessário tomar a vacina.

  • Emissão da passagem aérea

Assim que o período do seu intercâmbio já estiver determinado, é hora de comprar suas passagens aéreas.

Reforçar nunca é demais: o quanto antes você prosseguir nas etapas anteriores, mais antecedência você terá para conseguir melhores preços e economizar uma grana.

A Information Planet possui parceria com companhias aéreas que podem encontrar preços camaradas em suas passagens.

  • Consulta e exames com médico credenciado

Dependendo do tipo de visto e do tempo de duração do seu intercâmbio, países como Austrália, Canadá e Nova Zelândia vão exigir a realização de consulta e exames com médicos credenciados no Brasil. Confira com o especialista da sua agência!

  • Contratação da Assistência Viagem

Depois de tudo isso, com um investimento considerável e um sonho a ser colocado em risco, precisamos falar de seguro viagem…

Você andaria de carro zero sem seguro pelas ruas de São Paulo ou Rio de Janeiro?

Alguns países até podem não exigir um seguro saúde, mas é imprescindível que você o tenha para uma experiência tranquila.

Até porque ficar doente já ruim, mas ficar doente longe de casa e sem assistência só pode ser um verdadeiro pesadelo, né?

Recomendamos 100% esse serviço, que também pode te auxiliar a resolver outros perrengues.

  • Acomodação

Um dos primeiros itens a se pensar no processo de planejamento é a acomodação.  Essa escolha pode influenciar tanto no bolso, quanto no nível de imersão que você busca.

Indicamos dois tipos de experiência

Casa de família: mais indicado caso você se sinta mais seguro ao ficar com uma família que já conhece bem o destino e deseje vivenciar a cultura e o dia a dia deles.

Acomodação estudantil: se você tem um perfil mais comunicativo e está disposto a conviver com várias pessoas totalmente diferentes umas das outras, esta é a sua acomodação! Muitas vezes essa opção é a mais econômica também.

  • Cash Passport (Solicitação do cartão e recarga)

Também conhecido como “cartão moeda”, o Cash Passport é onde você irá “carregar” o seu dinheiro durante todo o intercâmbio. Você pode solicitar ele na própria agência.

Aqui, também aconselhamos você de duas maneiras:

  1. Fazer o cartão o quanto antes (antes mesmo do visto ser aprovado) e ir recarregando o cartão com parte do seu dinheiro a cada mês, como se fosse uma poupança;
  2. Ou adicionar todo o dinheiro acumulado de uma vez só

9) Visto aprovado

Parabéns! Você fez tudo certinho e depois de um tempo de espera e aquela ansiedade, seu visto foi aprovado.

Agora, você já terá mais detalhes da sua acomodação, escola, turno de estudo e um pouquinho da rotina que vai encarar lá.

Dá uma tranquilidade, né? Mas calma lá, que tem mais alguns passos para finalizar…

10) Orientação final

É na hora que o friozinho na barriga começa a bater que é preciso checar documentos e o que levar na mala (comece a fazê-la uma uma semana antes). Detalhes de locomoção do aeroporto para a sua acomodação também devem ser alinhados.

Aqui na Information Planet, geralmente organizamos essa etapa 1 ou 2 semanas antes do seu embarque com todas as dicas e orientações para você chegar no destino (uhuuu!!!) sem dores de cabeça.

Também faremos você ficar calminho com relação à imigração. Nada de pânico. É só ter a documentação certinha e partiu intercâmbio!

11) Embarque

Chegou o grande dia!

Só não vai se emocionar e deixar documento importante em casa, ok?

A nossa dica é que alguns dias antes de sair de casa você faça um checklist para garantir que não vai esquecer de NADA (principalmente os documentos).

Observe também o peso da(s) sua(s) mala(s) e a quantidade de líquido permitido na bagagem de mão;

Ah, e nunca custa reforçar: chegue com antecedência no aeroporto. Não vai vacilar no horário depois de toda essa preparação, não é mesmo?

Dica de especialista: use roupas confortáveis, não abuse da comida e da bebida e considere outras peças de vestimenta na sua mala de mão. Quem vai para a Austrália, por exemplo, tem uma longa jornada de horas no avião.

EXTRA – Aproveite a sua viagem

Lembre do que você sonhou quando o intercâmbio ainda ficava na imaginação.

Agora se coloque de braços abertos e sem filtros. É hora de viver uma experiência que você NUNCA mais vai esquecer.

Não tenha medo de errar, faça amigos (um em cada país, de preferência), deixe que as novas culturas te ensinem uma nova lição a cada dia e… VIVA!

Um intercâmbio muda tudo.

E se algum problema mais sério acontecer, não se preocupe. Um especialista em intercâmbio saberá diagnosticar o seu caso e auxiliá-lo para cumprir os passos necessários.

Ficou com MUITA vontade de viver essa experiência? É para isso que estamos aqui.

Fale com um especialista para dar mais detalhes de como planejar um intercâmbio e dê forma a esse sonho! A experiência fará você evoluir e encarar o mundo e as pessoas de outra forma.

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais e deixe seu comentário abaixo. Respondemos rapidinho! 🙂

planejamento de intercambio