salário mínimo Austrália

Salário mínimo na Austrália: descubra quanto pagam aos brasileiros

O salário mínimo da Austrália – considerado o maior do mundo – é uma das razões que motivam (e muito) os intercambistas brasileiros que buscam uma experiência de trabalho no país da Oceania.

Quer ver só?

salario minimo australia comparacao

Em uma análise fria, sem considerar custo de vida e poder de compra (que vamos fazer mais adiante), o salário mínimo da Austrália é sete vezes maior que o salário mínimo do Brasil.

Para que você entenda o universo do mercado de trabalho por lá, a Information Planet explica abaixo:

    • Em exemplo práticos, como funciona o poder de compra de quem vive na Austrália versus o do Brasil.

Quer saber qual como conseguir um visto de estudante com permissão de trabalho? Descubra aqui.

Qual é o salário mínimo na Austrália?

O salário mínimo da Austrália em 2018 é de AUD$ 2.780,00. Esse valor, estabelecido em 01 de julho de 2017 pela Justiça do Trabalho de lá (a Work Fair), é pago em horas trabalhadas.

A divisão, portanto, fica AUD$ 18,29 por hora para uma carga horária de 38 horas semanais.

Compare

salário mínimo na austrália

Agora veja a tabela dos países que pagam os melhores salários, conforme pesquisa da Organização para Cooperação e Desenvolvimento (OCDE):

País Salário por hora em dólar americano
1º Austrália US$ 9,54
2º Luxemburgo US$ 9,24
3º Bélgica US$ 8,57
4º Irlanda US$ 8,46

Poder de compra: Brasil x Austrália

É um pouco chocante analisar tópicos como o poder de compra Brasil x Austrália. A diferença é que por aqui é preciso trabalhar muito mais para adquirir bens (não que os bens materiais sejam a única coisa que importe, ok?)

A questão é que o salário na Austrália hoje é mais digno e concede um poder de realização aos cidadãos australianos consideravelmente maior. Isso explica o fato de o Brasil ser o terceiro país que mais envia intercambistas por ano.

Segundo pesquisa divulgada pelo jornal Estadão, no Brasil temos que trabalhar 12,58 vezes mais que na Austrália para adquirir um Iphone X. Dá pra acreditar?

Outro item que surpreende é a alimentação. Com o salário mínimo no Brasil é possível adquirir apenas 2 cestas básicas. Já a remuneração na Austrália garante a aquisição de até 13 cestas básicas.

É claro que custos como aluguel em cidades como a capital Sydney podem ser mais caros em comparação a algumas cidades do Brasil. Por isso, sugerimos esse link para você entender mais sobre os custos de vida na Austrália.

Como brasileiros podem trabalhar na Austráliaempregos e salários na austrália

São muitas as possibilidades de empregos para brasileiros na Austrália. Desde que apresentem o visto adequado, os intercambistas têm acesso a oportunidades que vão de assistente administrativo (para quem possui  inglês mais avançado) à ajudante de loja e diarista (inglês intermediário e básico).

O designer Rudá Alberti, por exemplo, largou o emprego estável que tinha no Brasil e foi para a Austrália, onde experienciou vários tipos de trabalho.

Na cidade de Brisbane fez amigos internacionais,  aprimorou o inglês e aprendeu o que só essa imersão chamada intercâmbio proporciona.

A Austrália me pegou, arrancou minhas expectativas, me derrubou várias vezes, me fez sorrir, chorar, agradecer, desejar, amar, me sentir bem, crescer e sempre me mostrou que tudo é possível.”

Leia o depoimento completo da experiência do intercambista aqui

Importante: Se você está mesmo interessado em trabalhar na Austrália, o caminho mais fácil (e seguro) para começar é optar por um intercâmbio. Com o visto de estudante, você terá direito de trabalhar até 40 horas quinzenais.

Para isso, o requisito é que você esteja matriculado em um curso de idioma, proficiência ou até profissionalizante de pelo menos 20 horas semanais, no período mínimo de 14 semanas (3 meses e meio).

Veja também: Cursos técnicos na Austrália (VET): Lista de cursos, Requsitos e Preços

Depois desse período nada impede que você  tentar um visto permanente de trabalho.

Vale lembrar que nos últimos cinco anos, 7 mil brasileiros conseguiram o visto de permanência na Austrália, segundo números oficiais da Embaixada da Austrália no Brasil.

Ou seja, é possível! Basta arregaçar as mangas, ter foco e não achar que as conquistas batem na sua porta sem que, no mínimo, você trabalhe duro.

Ainda que a taxa de desemprego na Austrália seja só de 5%, é preciso – assim como em qualquer lugar do mundo – de dedicação para conquistar e manter um emprego lá fora.

Quer saber como colocar esse plano na prática? Leia também o nosso artigo Como Estudar e Trabalhar na Austrália: Requisitos e Preços

Tipos de trabalho e salários na Austrália

Em resumo: quanto melhor o inglês, mais interessante a remuneração das vagas.

Para quem possui o inglês básico, os empregos disponíveis na Austrália estão mais associados àqueles que não precisam necessariamente de uma comunicação expressiva.

Confira alguns exemplos de emprego que você pode conseguir a partir do nível básico do inglês:

    • Jardineiro (Entre AUD$ 18,00 e AUD$ 23,00 / hora)
    • Lavador de pratos (Entre AUD$ 18,00 e AUD$ 25,00 / hora)
    • Ajudante de obras (Entre AUD$ 18,00 e AUD$ 30,00 / hora)
    • Limpeza/diarista (Entre AUD$ 18,00 e AUD$ 24,00 / hora)

O nível intermediário, por sua vez, garante empregos mais interessantes em que você consegue dialogar mais, porém sem a necessidade de conversas/discussões muito profundas.

    • Cozinheiro (a) (Entre AUD$ 18,00 e AUD$ 24,00 / hora)
    • Garçom (Entre AUD$ 20,00 e AUD$ 34,00 / hora)
    • Ajudante de loja (Entre AUD$ 18,00 e AUD$ 25,00 / hora)
    • Bartender (Entre AUD$ 22,00 e AUD$ 25,00 / hora)
    • Manobrista (AUD$ 22,00 / hora)
    • Babá (Entre AUD$ 22,00 e AUD$ 25,00 / hora)

Vagas de trabalho para quem apresenta o inglês avançado são bem mais amplas e, claro, garantem a possibilidade de crescimento (a melhor parte).

    • Assistente administrativo (AUD$ 25,00 / hora)
    • Chef de cozinha (Entre AUD$ 22,00 e AUD$ 30,00 / hora)
    • Caixa de supermercado (AUD$ 24,00 / hora)
    • Barista (Entre AUD$ 18,00 e AUD$ 25,00 / hora)

Veja também: Quanto ganha um pedreiro na Austrália? Você vai se surpreender

Dica de especialista

Mesmo com inglês avançado não será tão simples conseguir emprego na sua área de atuação. Você terá que competir por vagas com profissionais com a mesma qualificação que a sua, com a diferença de que são residentes australianos (com inglês fluente e sem limitações de horas de trabalho). Vários brasileiros conseguem, mas não é uma tarefa fácil.

Baixe nossa tabela completa com Empregos para brasileiros na Austrália x Nível de inglês.

E aí, ficou empolgado?

Sem dúvidas, a experiência de trabalhar na Austrália e garantir uma (boa!) renda extra é uma ótima opção para quem deseja viajar mundo afora ou mesmo investir em outros planos.

Se gostou do nosso artigo, não esqueça de compartilhar e deixar seu comentário com sugestões, dúvidas ou melhorias.

7 thoughts on “Salário mínimo na Austrália: descubra quanto pagam aos brasileiros

  1. Um amigo teve 2 vistos de estudante negado .E tentou um de turista foi negado tbm .mas ele não vai desistir e vai reaplicar de novo de turista por 3 meses pois a namorada dele está ae estudando e se por um a caso ele indo e casar ae tem como incluir ele no visto dela ..ela vai renovar para 2 anos .

  2. Qual é o valor mínimo que devo disponibilizar para fazer um curso e para me manter na Austrália? É possível fazer um intercâmbio sem muito dinheiro? O valor do curso pode ser pago com o que se recebe trabalhando?

    1. Oi, Marisol! Tudo certo? 🙂
      Vamos por partes!

      1) O valor mínimo que a Embaixada exige de comprovação é de AU$1.700 por mês de permanência no destino.
      2) Sim! Existem possibilidades bem acessíveis (inclusive, que você pode parcelar). Nesse link, você pode fazer uma simulação de valores e condições de pagamento: https://informationplanet.com.br/simulador-intercambio/australia/
      3) O valor do curso pode ser pago com o dinheiro que se recebe trabalhando, sim! Inclusive, muitos intercambistas trabalham duro e conseguem fazer uma reserva legal de dinheiro por lá. 🙂

      Qualquer outra dúvida é só enviar pra gente, ok?
      Abraço!

    2. Olá, sou estudante de uma universidade federal e estou olhando para fazer um intercâmbio na Austrália por uma período de 6 meses, a fim de aprimorar meu inglês e trabalhar, porém não sei nem por onde começar , se preciso ir através de uma escola de inglês da minha cidade ou tem como fazer por conta própria. Queria também saber da possibilidade desse intercâmbio se auto-pagar, comigo trabalhando por lá. Vocês trabalham com essa organização de intercâmbio? Como posso conseguir mais informações?
      Obrigado.

      1. Oi Yago! Tudo certo?
        Se você quer aprimorar o inglês na Austrália, você está perguntando no lugar certo. O ideal é você buscar por uma agência de intercâmbio (assim como a Information Planet).
        Somos os maiores especialistas em intercâmbio para a Austrália, com + de 20 anos de experiência e 7 agências de suporte lá no destino.

        Sobre pagar o intercâmbio trabalhando, depende de vários fatores, ex: qual área você vai trabalhar, seu custo de vida, a cidade da Austrália que vai morar.
        No geral, para a galera que é dedicada, dá sim para pagar as contas por lá. Só não dá para esperar que o dinheiro vai cair do céu, certo? 🙂

        Quer uma ajuda completa pra tornar esse seu sonho realidade? Clica no link abaixo que nossos especialistas vão lhe ajudar:
        https://intercambio.informationplanet.com.br/fale-com-especialista-australia

  3. Ola, gostaria de ir para Melbourne para trabalhar e fazer um curso profissionalizante. A ideia é entrar com visto de estudante para o curso e começar a trabalhar e aplicar para um visto de trabalho. Pode funcionar?
    Outra coisa, é possivel trabalhar como autonomo na cidade? Como vendedor de bolos, lanches mas sem ponto fixo, por exemplo, entregando em cursos ou escritorios?
    Ultima pergunta: Com quanto tempo no país trabalhando conseguimos a cidadania?

    Obrigada,

    Bianca

    1. Oi Bianca! Tudo certo?

      Legal a ideia de fazer um curso profissionalizante por lá! 🙂 (até recomendamos essa leitura que pode te ajudar https://blog.informationplanet.com.br/cursos-vet-australia/ )
      Você entrar com o visto de estudante é ok, e assim já terá a possibilidade de trabalhar por lá (aqui também explicado tudo bonitinho: https://blog.informationplanet.com.br/estudar-trabalhar-australia/)
      Já sobre o visto de trabalho (ou sponsor) aí é um pouco mais complexo. Existem alguns requisitos como, por exemplo, alguns custos (cerca de AU$10mil) e ter um empregador já decidido a dar suporte nessa aplicação.
      Sobre a cidadania, não há relação com o visto de trabalho em si. Nesse caso, vai depender da profissão que você exercer por lá (existe uma lista que muda todo ano). Aqui você pode ver a última: https://blog.informationplanet.com.br/profissoes-australia-em-demanda/.

      Se você realmente tem a intenção de migrar para a Austrália, nossa recomendação é que antes mesmo de fazer um intercâmbio, você procure um Agente de Imigração, que vai te ajudar a construir todo um histórico e plano de ação para conseguir essa migração.

      A gente pode ajudar você nessa recomendação de Agente também! É só se cadastrar nesse link: https://intercambio.informationplanet.com.br/fale-com-especialista-australia
      Nossos especialistas em intercâmbio vão te passar a melhor recomendação e ajudar a concretizar esse sonho, ok? 🙂

      Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[212069]
[212069]
[209006]
[209006]
[209014]
[209014]
[200627]
[200627]
[292870]
[292870]